14/08/2017

Santa Clara FC

Clube relembra conquista de 50 anos

Santa Clara FC
Clube relembra conquista de 50 anos
Integrantes da equipe vitoriosa foram homenageados em sessão solene na Câmara de Vereadores de Santa Clara do Sul, na noite de 9 de junho. Após a solenidade ocorreu bonita confraternização no salão de festas da entidade
Santa Clara do Sul – Os papéis com os dados referentes a conquista do campeonato que marcou a passagem dos 75 anos de emancipação política do município de Lajeado, no distante ano de 1967, preservados pelo saudoso Paulo Renato Schabbach e disponibilizados ao desportista Volnei Kochhann, originaram uma homenagem na passagem dos 40 anos (2007) e agora no cinquentenário da relevante conquista.
Título invicto
A trajetória que culminou com o time campeão iniciou-se em 1º de janeiro de 1967,com a vitória de 6 a 2, sobre o XV de Novembro, em partida realizada em Santa Clara do Sul. No dia 15, a equipe goleou o São José de Nova Santa Cruz por 10 a 1, e no dia 29 fez 5 a 2 no XV de Novembro. Em fevereiro ocorreu apenas um jogo, no dia 12, e o Santa Clara passou com um 3 a 1 sobre o São José, em Nova Santa Cruz.
O campeonato voltou a ter partidas no dia 2 de abril, entre os campeões das chaves. No Estádio Florestal, o Santa Clara ganhou do Olarias por 5 a 1. No dia 9, o Santa Clara FC teve o confronto mais difícil, o único sem vitória, no empate em 2 a 2 com o Minuano de Canudos do Vale. E no dia 14, o placar foi de 1 a 0 sobre o Rabelo (equipe formada por trabalhadores da empresa responsável pelo asfaltamento de rodovias). O campeonato teve até uma vitória por WO, na decisão do título da zona baixa. Como o Juventude de Conventos não compareceu, o título ficou com o Santa Clara FC.
A decisão
Com a conquista, o clube santa-clarense habilitou-se a decidir o campeonato diante do Grêmio 5 de Junho de Boqueirão do Leão, campeão da zona alta. No primeiro duelo, dia 28 de maio, em casa, o Santa Clara aplicou uma goleada de 6 a 0. Em 4 de junho, no confronto final realizado no campo do adversário a equipe formada por Darcilo, Daicir, Hugo, Renato Schabbach, Renato Henz, Adilson (Cardeal), Enio, Alceu (Fio), Waldir, Betinho, Egomar, Marzinho, Antoninho, Ilson e Jacy Pretto confirmaram o título, com mais uma vitória de 5 a 0. Ainda participaram do grupo campeão, os jogadores Paulinho Schneider, Nelson Schnorr e Antônio Wildner.
Campanha
Foram dez partidas disputadas, com 43 gols marcados e dez sofridos. Egomar Schardong foi o artilheiro, com 17 gols. O presidente do Santa Clara FC na época era Guido Freitag. O saudoso Valmir Pedrazza de Oliveira, o treinador, tendo como auxiliares, João Luis Schnorr, Elgídio Corbellini, Crescêncio Dessoy e Camilo Junges. Padre João Kreutz e Joaquim Silveira atuaram como dirigentes. Branca Scherer e Rejane Schabbach eram as madrinhas.
Curiosidades
¬ Jacy Pretto disputou a primeira competição de sua trajetória futebolística, na época com 15 anos de idade
¬ Os deslocamentos para as praças esportivas que sediaram a competição eram realizados por Guido Freitag, que buscava os jogadores com sua Kombi
¬ Na época da disputa, a arbitragem ficava por conta das equipes que sediavam os jogos. Na final, o trio não compareceu, e coube a José Inácio Kreutz – muitos anos treinador do Grêmio 5 de Junho – arbitrar a decisão
Pronunciamentos
A sessão solene em comemoração aos 50 anos da conquista do título de campeão do campeonato que marcou a passagem dos 75 anos de emancipação política do município de Lajeado teve as presenças de Paulo Cesar Kolhrausch, prefeito de Santa Clara; Fabiano Immich, vice-prefeito; Márcio Hass, presidente da Câmara de Vereadores de Santa Clara e Volnei Kochhann, presidente da Associação das Ligas do Vale do Taquari (Aslivata), além dos demais vereadores da casa, secretários do Executivo, e familiares dos homenageados.
O presidente do Legislativo deu início a sessão solene e manifestou que “a comunidade santa-clarense se orgulhava de cada um dos integrantes da equipe campeã, pela grande conquista, que até os dias de hoje, repercute no Vale do Taquari”, alegou o mandatário.
Em seguida, o prefeito Paulo Cesar Kolhrausch fez uso da palavra. Para ele era uma alegria e uma honra participar dessa homenagem. “Acredito que esta data deva ser muito importante e motivo de orgulho para cada um de vocês, pois mais que futebol, uma equipe precisa bem mais do que futebol para ser campeão. Ela deve ter homens comprometidos com o mesmo objetivo e com espírito de união, além de caráter inquestionável”, finalizou o prefeito, parabenizando a todos.
Na sequência, Volnei Kochhann, presidente da Aslivata, lembrou com emoção, do encontro que teve a anos atrás, com o saudoso Paulo Renato Schabbach, que voluntariamente lhe disponibilizou o material, que originou as homenagens ao elenco vitorioso do Santa Clara FC.
“Dias atrás pude constatar a dimensão desta homenagem, quando conversei com Paulinho Schneider, e ele me disse que viveria mais uns 20 anos, depois dessa alegria que estávamos lhe proporcionando”, lembrou o dirigente.
O último a se manifestar foi o ex-atleta, Antoninho Schabbach. Em nome dos colegas de equipe Schabbach, fez um agradecimento aos dirigentes daquela época do Santa Clara FC, que souberam escolher com sabedoria, os jogadores que conseguiram chegar ao título da competição. Para ele, os cidadãos ligados a equipe Santa Clara FC tiveram um diferencial com os ensinamentos das freiras e do Padre João, forjando homens do bem. “Fomos influenciados por esses ensinamentos, pois nosso grupo era de atletas de grande caráter”, explicou o ex-atleta. Finalizou o seu pronunciamento agradecendo o Poder Executivo, o Poder Legislativo e a população de Santa Clara pela homenagem.