07/09/2019

Inter 2019

Com time misto, Internacional supera o São Paulo no Beira-Rio

Inter 2019
Com time misto, Internacional supera o São Paulo no Beira-Rio
Porto Alegre – No primeiro jogo sem Daniel Alves desde que o lateral-direito da Seleção Brasileira desembarcou no Morumbi, o São Paulo não passou no teste. Visitando o time quase todo reserva do Internacional no Beira-Rio, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time comandado por Cuca até começou bem, mas caiu de rendimento ao longo da partida e viu os donos da casa ficarem com a vitória por 1 a 0, graças ao gol de Rafael Sóbis, de pênalti, depois de Hudson tocar a bola com a mão dentro da área.
Neste sábado, o São Paulo entrou em campo com uma equipe bastante remendada. Sem muitos jogadores por conta de convocações para as Seleções Brasileiras principal e olímpica e também por conta de lesões, Cuca teve de improvisar, mas sofreu com a falta de entrosamento dos jogadores.
O próximo compromisso do São Paulo no Campeonato Brasileiro será conta o Ceará, domingo que vem, às 19h (de Brasília), no estádio do Morumbi. O Inter, por sua vez, visita o Atlético-MG, no Independência, também no mesmo dia, às 11h, mas antes disso tem pela frente o Athletico-PR na próxima quarta, pelo primeiro jogo da final da Copa do Brasil, em Curitiba.
O jogo
O São Paulo começou a partida mais ligado. Propondo o jogo e mantendo a posse de bola a qualquer custo, o time comandado por Cuca foi quem chegou pela primeira vez com perigo no Beira-Rio. Aos cinco minutos, Raniel recebeu de Everton na entrada da área, de costas para o gol, e girou já batendo, exigindo boa defesa de Marcelo Lomba.
O Tricolor continuou melhor na partida e aos 11 minutos teve mais uma ótima oportunidade para abrir o placar em Porto Alegre. Everton recebeu lançamento pela esquerda, saiu em velocidade e, ao chegar na linha de fundo, tocou para trás, onde Tchê Tchê apareceu para finalizar, livre, mas mandou por cima do gol.
Daí em diante o São Paulo passou a ter mais dificuldade para chegar com perigo ao gol adversário e viu o Internacional assumir o controle do jogo. Aos 20 minutos, Nonato arriscou da entrada da área depois de receber bom passe de Rafael Sóbias, mas mandou à esquerda da meta defendida por Tiago Volpi. Nove minutos depois, o jovem volante colorado voltou a aparecer, desta vez cabeceando um cruzamento de Patrick na marca do pênalti e vendo a bola sair por cima do gol.
Aos 35 minutos o Internacional teve a última chance de ir para o intervalo em vantagem no placar. Rafael Sóbis foi acionado em velocidade depois de a defesa do São Paulo ser desarmada na saída de bola e bateu firme da entrada da área, porém, Tiago Volpi estava muito bem posicionado para fazer a difícil defesa.
Segundo tempo
No segundo tempo o Inter manteve a toada da etapa inicial e logo aos três minutos por pouco não chegou ao gol. Rafael Sóbis foi para cima de Arboleda, conseguiu se desvencilhar do zagueiro tricolor e chutou da entrada da área, mandando rente ao travessão. Já aos 15 minutos foi a vez de Tiago Volpi salvar o São Paulo com uma grande defesa na cabeçada de Welington Silva, que completou bom cruzamento de Guilherme Parede.
Vendo sua equipe sem conseguir criar oportunidades de gol, o técnico Cuca resolveu apostar em Gabriel Sara no segundo tempo na intenção de tornar o São Paulo mais criativo, e aos 17 minutos o meia revelado em Cotia teve uma chance para fazer a diferença, recebendo de frente para o gol em contra-ataque, mas, ao chutar de fora da área, não pegou em cheio na bola e facilitou o trabalho de Marcelo Lomba.
Se a situação estava difícil para o Tricolor, aos 30 ficou pior depois de Marcelo de Lima Henrique contar com o auxílio do VAR e marcar pênalti para o Internacional depois de a bola bater nas mãos de Hudson dentro da área em cobrança de falta em que o volante estava na barreira. Rafael Sóbis foi para a cobrança e não desperdiçou, colocando, enfim, o Internacional em vantagem e garantindo a vitória colorada no Beira-Rio.