31/01/2020

Grêmio 2020

Grêmio leva gol de Diguinho, mas se recupera e bate São José

Grêmio 2020
Grêmio leva gol de Diguinho, mas se recupera e bate São José
Em seu segundo jogo na temporada, o Tricolor não fez uma etapa inicial consistente, mas mudou a história da partida nos 45 minutos derradeiros
Porto Alegre – Conseguindo se recuperar no decorrer da partida pela segunda rodada do Gauchão, contra o São José, na Arena, o Grêmio virou o placar adverso para 2 a 1 na noite dessa quinta-feira (30) e consolidou a primeira vitória em seus domínios na temporada 2020.
Dentro da sua proposta amplamente conhecida, o Tricolor desde o princípio se concentrava em buscar o jogo trabalhado com a troca de passes em velocidade e usando a movimentação para desmontar a defesa do Zequinha. Contudo, a parte prática não saiu de maneira tão precisa como a questão teórica.
Sem conseguir aplicar a velocidade necessária dentro desse mecanismo, a equipe de Renato Portaluppi até começou bem, mas, após os 10 primeiros minutos, viu a recomposição defensiva do São José não se desorganizar e dificultar bastante o seu trabalho de ser perigoso contra a meta de Fábio.
Por sua vez, quando deu suas estocadas ao ataque, em uma delas o impedimento do ataque acabou anulando o tento marcado enquanto, na segunda mais perigosa, a experiência e habilidade do veterano Diguinho abriram a conta para o São José na Arena.
Aos 45 minutos, o meio-campista driblou Cortez e David Braz deixando ambos "vendidos" antes de bater com a perna esquerda no extremo canto esquerdo de Vanderlei.A volta da partida apresentou no seu princípio um Grêmio parecido com o que conseguiu nos minutos iniciais do confronto. Contudo, com a capacidade de finalizar suas jogadas de forma mais caprichada e também com volume de jogo mais intenso.
Tamanha era a pressão crescente do time gremista que a equipe carimbou duas vezes o travessão de Fábio tanto em cabeçada de Everton e em conclusão de Luciano. Além disso, em jogada individual onde saiu fintando a marcação, o camisa 11 e principal jogador da equipe nos últimos dois anos só parou no arqueiro do São José que fechou bem o ângulo em sua finalização.
De tanto persistir, a equipe anfitriã acabou encontrando a "brecha" que precisava quando o cruzamento na medida de Victor Ferraz aos 18 minutos encontrou Cebolinha mergulhando para testar e superar Fábio, estufando as redes do Zequinha.
Explorando principalmente o lado direito de campo que passou a funcionar muito bem com a dobradinha entre Victor Ferraz e Alisson, o Tricolor calcava grande parte de suas jogadas e ia se credenciando cada vez mais a conseguir o tão perseguido gol da virada. E ele veio.
Em cruzamento que passou por todo mundo e bateu na trave esquerda de Fábio, a bola voltou pro meio da área e caiu nos pés de Everton que, com firmeza e até certo tom de raiva, deu uma pancada cruzada que concretizou o tento do 2 a 1.