08/03/2020

Grêmio 2020

Com reservas, Grêmio vence o Pelotas e mantém 100% no returno do Gauchão

Grêmio 2020
Com reservas, Grêmio vence o Pelotas e mantém 100% no returno do Gauchão
Tricolor poupa titulares para o Gre-Nal da Libertadores e conta com gol de Pepê na Boca da Lobo
Pelotas – Com time reserva, o Grêmio controlou o jogo e venceu o Pelotas por 1 a 0 na tarde deste domingo, na Boca do Lobo, pela segunda rodada do returno do Campeonato Gaúcho. Pepê marcou o único gol da partida logo aos 2 minutos, após receber um grande lançamento de Darlan. O técnico Renato Gaúcho escalou uma equipe totalmente reserva pela primeira vez na temporada e manteve os titulares treinando em Porto Alegre para o Gre-Nal da próxima quinta-feira, na Arena, pela Libertadores. A primeira parte da estratégia deu certo: missão cumprida em Pelotas e foco total no clássico.
Como fica
Com a vitória, o Grêmio mantém os 100% de aproveitamento no returno e lidera o Grupo B do Gauchão, com seis pontos. O Tricolor tem a mesma pontuação do São José, mas leva vantagem no saldo de gols: 4 a 2. Já o Pelotas segue com um ponto no returno e cinco na classificação geral, com um ponto a mais do que o São Luiz, o primeiro time na zona de rebaixamento.
Agenda
Pelo Gauchão, o Grêmio volta a campo no próximo domingo, dia 15, quando recebe o São Luiz na Arena, às 11h. Mas agora tudo é Gre-Nal para o Tricolor. Na próxima quinta, Grêmio e Inter se enfrentam em um clássico histórico pela Libertadores, às 21h, na Arena. Já o Pelotas tem a semana cheia para treinos até voltar a campo pelo estadual, no próximo domingo, às 16h, contra o Esportivo, na Montanha dos Vinhedos.
Mais um dele
Pepê começou o ano com a seleção Pré-Olímpica e fez apenas o terceiro jogo com a camisa do Grêmio na temporada, o segundo como titular. Mesmo assim, o atacante se mostrou mais uma vez decisivo, marcou o seu segundo gol e já é o vice-artilheiro da equipe, com um gol atrás de Everton, que tem três. Merece ser titular?
Ainda devendo
A julgar pela atuação de Thiago Neves, Renato deve manter a escalação com três volantes no Gre-Nal da Libertadores. O camisa 10 fez sua segunda partida como titular na temporada e tinha a chance de se credenciar para o clássico da próxima semana, mas teve uma atuação discreta, com alguns bons passes e uma finalização que saiu desviada. Foi substituído no segundo tempo para a entrada de Jean Pyerre e parece ainda longe de ser o jogador decisivo que o Grêmio espera.
175 dias depois
Foram longos 175 dias. Após mais de cinco meses sem jogar por conta de uma lesão muscular na coxa direita, Jean Pyerre voltou a vestir a camisa do Grêmio neste domingo. O jovem meia iniciou no banco de reservas e entrou no jogo aos 16 minutos da segunda etapa, no lugar de Thiago Neves. Não teve grande destaque, mas deve ganhar minutos nos próximos jogos e vira opção importante para Renato no setor de criação para o decorrer da temporada.
Pode isso?
Uma lance curioso chamou a atenção no final da partida. Hugo Sanchez, do Pelotas, foi cobrar uma falta em frente da área técnica do Grêmio e teve a camisa segurada pelo técnico Renato Gaúcho. O jogador do Pelotas afastou a mão do técnico e ainda reclamou para o árbitro. Mas não deu em nada. O treinador gremista riu da travessura e ficou por isso mesmo.
Primeiro tempo
O Grêmio chegou ao gol logo aos dois minutos do primeiro tempo. Darlan fez um lindo lançamento para Pepê, que invadiu a área e tirou do goleiro para abrir o placar. O atacante gremista foi sempre o mais acionado na ponta-esquerda e criou as principais chances gremistas. Pelo lado do Pelotas, Felipe Guedes era a arma surpresa na hora dos chutes de fora da área e acertou o travessão de Paulo Victor, logo após o gol gremista. Apesar das boas investidas dos pontas Hugo e Jô, o Tricolor soube se defender bem e contou com ao menos duas importantes defesas de Paulo Victor para segurar a vitória na primeira etapa.
Segundo tempo
Na etapa final, foi o Grêmio que tomou as rédeas nos primeiros minutos e manteve consigo a posse da bola. Se não sofreu na defesa, também pouco atacou de forma efetiva o Pelotas. Em linhas gerais, o jogo diminuiu de ritmo. Jean Pyerre, no Tricolor, fez sua estreia em 2020 e tentava criar chances de finalizações com bons passes. Já no Pelotas, Hugo Sanches e Tadeu tramavam algumas jogadas, mas não conseguiram levar perigo ao gol de Paulo Victor e o placar permaneceu igual.